Qual sistema de aquecimento escolher

Para quem constrói ou remodela uma vivenda ou apartamento, a determinado momento a questão se apresenta! Qual tipo de aquecimento escolher? A resposta não é sempre fácil, contrariamente ao que se pensa.

Primeiramente temos de ter em conta, qual tipo de energia disponível no local, sabendo que nem todos temos gaz canalizado permitindo de instalar uma caldeira, e nem todos temos electricidade de qualidade suficiente par instalar uma climatização.

Energias disponíveis no local

  • Segundo a energia ou as energias disponíveis, temos de ter em conta os parâmetros seguintes.
  • Os sistemas mais baratos á compra e a instalação, saem mais caros durante a utilização.
  • Os sistemas mais caros á compra, tornan-ne mais baratos durante a utilização.
  • Alguns sistemas nunca serão amortecidos financeiramente visto que a sua duração de vida não é suficiente para poderem produzir as economias de energia suficientes.
Qual energia escolher

Na realidade

Os sistemas eléctricos caldeiras ou cilindros, podem ser instalados em praticamente todas as circonstancias, sabendo que este tipo de produção torna-se a produção mais cara durante a utilização et a mais barata na instalação devidamente ao custo mais baixo dos componentes.

Nos apartamentos, a melhor opção será então os sistemas a gaz tendo en conta que é mais barato que a electricidade e é um sistema limpo.

Segunda opção, podemos também optar por os novos sistemas a peletes, bem que eu acho que esse sistema precisa de mais alguns anos para ser mais fiável…tendo em conta que nem todos os apartamentos dispõem dos requisitos necessários para instalar esse sistema: lugar, conduto de extracção, et lugar de armazenamento du combustível.

Enfin, para moradias individuais podemos então optar por bombas de calor ou mesmo por sistemas a combustível solido, lenha, ou peletes, assim como podemos utilizar varias fontes, que podem funcionar paralelamente ou alternadamente conforme as necessidades.

Difusão do ar quente ou frio no local

Climatização

Climatização, é um dos melhores tipos de aquecimento/arrefecimento, mas apresenta o inconveniente de consumir a humidade ambiente tornando o ar muito seco o que pode vir a ser prejudicial ao nosso sistema respiratório.

Tem outros inconvenientes relacionados com a qualidade ambiante do local onde esta instalado.

Radiadores

tem o inconveniente de não ser estético, e tem de funcionar a temperaturas elevadas para poder restituir o calor necessário ao local, por vezes provoca manchas negras por cima dos radiadores devidamente por funcionar com temperaturas muito elevadas, que por vezes pode mesmo provocar queimaduras em particular as crianças.

Geralmente as bombas de calor não conseguem produzir agua suficientemente quente para que os radiadores sejam eficientes a menos de instalar radiadores de tamanho muito importante.

Piso radiante

Apresenta o inconveniente de necessitar trabalhos importantes para a sua instalação.

Em contrapartida apresenta a vantagens de poder difundir calor ou frio (quando alimentado por uma bomba de calor), como funciona a baixa temperatura (28°C máximo) é a fonte de calor mais suave sem alterar a qualidade do ar ambiente do local.

Que seja em moradia individual ou colectiva, o piso radiante é o sistema de difusão de calor ou arrefecimento que deveria ser instalado oficialmente em todas a novas construções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*