Dispositivos de segurança nos termoacumuladores

A válvula de segurança para termo-acumuladores é o componente mais importante da instalação, seja qual for a fonte de produção de agua quente: lareiras, electricidade, caldeiras ou solar, este componente é indispensável sobre todo tipo de armazenamento de agua quente.

A sua ausência transforma automaticamente o seu armazenamento de agua quente em autentica bomba que vai explodir sob o efeito da pressão devidamente causada pala dilatação da agua quando aquecida.

O rolo deste componente consiste a eliminar este acréscimo de agua, ele se abre a partir de uma pressão de 7 kilos e deixa a agua sair para os esgotos, por este motivo a pressão de serviço da sua instalação deve ser inferior a 7 kilos senão terá sempre um fio de agua a correr em permanência. Com a experiencia descobri que quando estes grupos são instalados com pressão superior a 3.5 Kilos passam a correr em permanência ao fim de alguns meses.

Logo que a pressão de serviço seja superior a 3.5 Kilos, a instalação do redutor de pressão é indispensável.

Para compreendermos perfeitamente o rolo do grupo de segurança vamos ter em conta uma regra de base muito fácil: A agua aumenta de volume sob o efeito do calor.

Dilatação da agua

Aumento de temperaturaAumento  de volume
10 a 40°C0,75%
10 a 50°C1,18%
10 a 60°C1,68%
10 a 70°C2,25%
10 a 80°C2,89%
10 a 90°C3,58%
10 a 100°C4,34%
10 a 110°C5,16%

A temperatura normal dos cilindros situa-se a volta dos 60°C para lutar contra  a legionella 70°C é a temperatura maxima que a agua quente devera atingir para lutar contra desgoverno de energia…

Pegamos aqui um exemplo de um acumulador de 200 litros alimentado com agua a 10°C e aquecido a 70°C, o aumento de volume seria de 2.25% .

O coeficiente de aumento de volume da agua entre +10°C e + 70°C é de : 2.25% .

200 x 2.25% = 4,5 Litros de aumento de volume, mas geralmente nós aconselhamos de ter em conta um aumento de volume de 3%, o que neste caso acrescenta um volume de 6 litros em vez de 4,5.

Quando falamos de volume de vaso, fazemos referencia a volume útil e não volume bruto.

Qual válvula de segurança utilizar no termo acumulador

valvula_de_seguranca_termoacumulador

Boa pergunta!

Certos instaladores utilizam uma válvulas de tipo válvulas de aquecimento para proteger as reservas de agua quente acumulada (termo-acumuladores), mas que diz a lei a esse respeito?

A norma europeia  obriga as instalações de agua quente armazenada a ser protegida com válvula de descarga, e a garantir a descontinuidade baseada em lamina de ar, entre os esgotos e a agua sanitária.

Explicação: Obrigatoriamente  deve existir um espaço ao ar livre entre o ponto de saída da agua e o ponto que a recupera para enviar aos esgotos.

Outro ponto indispensável nas válvulas de segurança, a válvula deve ser concebida de maneira a que não permita a ser rolhada, imagine um utilizador que pense ter uma fuga e vai rolhar a válvula de segurança transformando assim a sur propria instalação numa autentica bomba.

Aqui a segui um exemplo de válvula não homologada para cilindros, a agua que sai pela válvula de segurança não homologada  pode vir a contaminar a agua armazenada, as bactérias podem vir a atravessar a segurança e remontar contra o sentido da agua até ao armazenamento.

Na imagem seguinte vemos a instalação de uma válvula homologada e devidamente ligada aos esgotos com corte laminar, as bactérias eventualmente contidas no tubo dos esgotos nunca poderiam remontar contra o sentido da agua para atingir o armazenamento.

Como podemos verificar também, seria simplesmente impossível rolhar este tipo de válvula, o seu proprio fabrico impede que ela seja rolhada, quaisquer seja o acessório utilizado .

Sifão de protecção e ligação das válvulas aos esgotos

sifao_grupo_seguranca

Este sifão é especialmente fabricado para se encaixar sobre as válvulas de segurança, e deve ser ligado aos esgotos para evacuar a agua que vai sair do seu termo-acumulador quando este aquecer a agua.

A sua ligação se realiza em tubos de PVC Ø 32, ou ainda com outros tipos de tubos pode ser montado com um acessório de roscar de 1 polegada.

O segredo de segurança consiste a encaminhar estas percas provocadas pela válvula de segurança, para os esgotos de maneira a evitar a subida de mais cheiros pelo tubo dos esgotos, mas também a garantir a descontinuidade entre a rede de agua sanitária et agua de esgotos.

Nunca montar um termo acumulador sem uma protecção como esta ou idêntica sob o risco de ver explodir o seu termo-acumulador.

O vaso de expansão de qualidade alimentar

vaso_expansao_sanitario
esquema_vaso_expansao_sanitario

Assim como um vaso de expansão de aquecimento central, o vaso de expansão sanitário é especialmente concebido para contacto com o agua potável, o vaso absorve a dilatação da agua devidamente ao seu aquecimento.

Utilize este dispositivo junto com a válvula de segurança se o fizer, impede de perder aqueles litros que se perdem quando a agua aquece, privilegie uma capacidade mais elevada de preferência a uma capacidade mais pequena, nunca esqueça que a agua nos cilindros cresce mais ou menos 3%.

Passadores termostáticos

torneira_termostatica

Os passadores termostáticos são geralmente instalados sobre as saídas de agua quente dos termo-acumuladores, e ai o leitor pode dizer que mais vale descer a temperatura do termo-acumulador que instalar este passador termostático, desta maneira faz duas economias.

Teoricamente seria assim mesmo mas o problema é que a temperatura do seu termo-acumulador deve estar sempre a volta dos 60C° afim de proteger a sua instalação do desenvolvimento de legionella.

montagem de valvula termostatica

Instalando este tipo de dispositivo você economiza bastante agua quente e protege os seus filhos contra os riscos de queimaduras.

Redutores de pressão

Para un funcionamento optimal, os termo-acumuladores sob pressão devem ser alimentados com uma pressão máxima de 3.5bars.

redutor_de_pressao_com_manometro

Os redutores de pressão protegem as instalações contra a supressões, e mantém a instalação a uma pressão determinada o modelo apresentado incorpora um manómetro afim de visualizar a pressão em serviço.

Aconselhamos fortemente a instalação de tal dispositivo na alimentação do seu termo-acumulador.

Como se justifica a diferença de preço entre dois redutores de pressão? Os redutores de pressão são determinados em consequência da pressão de entrada, mais alta é a pressão de entrada e mais elevado é o custo, mais baixa é a pressão de entrada e mais barato é o redutor.

Sabendo que um redutor com pressão de entrada de 20 bars tem uma duração de vida três vezes mais elevada que um redutor com 10 bars de pressão de entrada.

Precauções de instalação de um redutor de pressão.

esquema_redutor_de_pressao_com_manometro

Que o seu redutor seja montado com acessórios desmontáveis ou não, tenha o cuidado de o instalar em posição horizontal e nunca de maquinismo para baixo, como ilustrado na imagem, sugerimos fortemente a instalação de um passador de cada lado do redutor afim de o poder desmontar facilmente.

Este tipo de dispositivos necessita uma intervenção periódica, no caso de utilização com agua de poço não filtrada.

Esquema de montagem de termo-acumulador

Em caso de utilização de um redutor de pressão na entrada de agua geral, não é necessário utilizar um redutor de pressão na entrada de agua fria do termo-acumulador.

Esquema de ligacões  do termoacumulador
Crédito imagem: Vitor Sargo

Esquema de montagem de tubulação para termo-acumulador com material devidamente instalado, podemos verificar a presença do símbolo NF que representa “norma francesa” sabendo que os franceses são campeões em segurança de instalações.

92 Replies to “Dispositivos de segurança nos termoacumuladores”

    • Se rodar aquela peça vermelha para o lado esquerdo, é normal que sai agua.
      O facto que a agua esborde do sifão quer dizer que o caudal de saída é muito importante.

      Feche a entrada de agua no seu acumulador depois abra ligeiramente essa peça até sair a pressão.
      Logo que a agua sair sem pressão rode completamente o botão vermelho até ouvir um Clack.

      Video aqui: https://youtu.be/SosptJWZ4KM

      Faça essa manobra uma vez por mês

  1. TENHO UM CILINDRO DOMÉSTICO INTERIOR INOX INOXIDAVEL DE 80L DE CAPACIDADE.
    EXISTE POR BAIXO DO CILINDRO UM PEQUENO TUBO BRANCO EM L QUE VERTE AGUA.
    O QUE DEVO FAZER ?

    • Ola Raquel.
      O facto que a pressão de agua quente seja inferior é normal na maior parte das instalações, visto que as válvulas de segurança apresentam uma perca de carga na maioria dos casos.

      Se a diferença for mesmo importante, é que um componente apresenta um defeito e para encontrar o problema é indispensável visitar.

  2. Boa tarde

    Se me permite, gostaria de colocar a seguinte questão:

    – porque é que a válvula de segurança é sempre instalada no lado da entrada de água, e não na saída?

    Cps.
    Paulino

    • Porque a válvula de segurança tem outras funcionalidades,

      • válvula de esvaziar, por isso deve estar ligada na entrada da agua e não na saída.
      • anti-retorno, impede a supressão de vir para trás protegendo assim a instalação antes do cilindro
      • E enfim permite que a agua rejeitada devidamente a supressão na seja agua quente que custa mais cara que a agua fria e que pode também danificar o mecanismo da válvula de segurança.

      Esperando ter respondido a sua interrogação.

  3. Tenho uma válvula redutora de pressão no termo-acumulador com o mecanismo de regulação dos bares virado para baixo. Está bem colocado? Obrigado

    • Oi.
      Bem que geralmente as válvulas redutoras se posicionem com os mecanismos virados para cima “aquando pousados num tubo horizontal”, o facto de orientar o mecanismo noutras posições não impede o redutor de funcionar corretamente.

      • Boa Tarde

        Desculpe a minha ignorância:

        Destratar é o quê? É que tenho um termoacumulador e acontece-me regularmente a mesma situação (estar sempre a disparar)

        Agradeço desde já

        • Ola senhor Jorge Antunes, obrigado pela sua participação.

          A ignorancia é toda minha pois não conhêço o termo exato a utilizar.
          Penso que destartrar ou desentartrar será a palavra mais exata, no entanto passo a explicar do que se trata.
          Nos termo-acumuladores do comercio “ou na maioria” existe uma tampa de acesso a cuva do cilindro que permitre de tirar todo o tartaro que se forma no interior do cilindro devidamente ao aquecimento da agua…

          Destartrar ou desentartrar consiste en fazer essa limpeza , que se acumula o volta de resistência impedindo o bon funcionamento dos componentes eletricos assim como a boa dissipação do aquecimento fornecido pela resistência.

          Espero ter ajudado com o meu Português lamentavél…
          Sempre as ordens

          • Boa Tarde

            Muito obrigado pelo esclarecimento, tenho de contactar alguém para ver o que se passa, é muito chato ter de estar constantemente a “armar” o termostato pelo menos agora no Inverno, já que no Verão não necessito porque o termoacumulador serve-se dos painéis solares

  4. Olá, tenho um deposito de aqs no telhado sem pressão e com torneira misturadora termostatica na saída, preciso de pressão para a agua quente para poder usar o esquentador quando a temperatura da água não é suficiente, só tenho pressão na agua fria.
    Qual a melhor opção para puder ter a termostatica a funcionar bem e pressão para o esquentador?
    Muito agradecido

    • A unica solução e dar pressao a agua.

      tambem tem a possibilidade de instalar uma valvula anti-retorno na saido du seu acumulador et logo a seguir un surpressor.
      Isso vai ter o effeito de ter une termo-acumulador sem pressao e uma instalação com presão após o cilíndro.

      De todas as maneiras será sempre uma solucão bricolada.

  5. Boa noite Dani,

    antes de mais, deixe-me dar-lhe os parabéns por esta página.
    A razão que me leva a escrever é a seguinte:

    Depois de muito pesquisar, optei por comprar um termoacumulador da marca “videira de 120L” (que julguei que fosse a melhor solução).
    O que se passa é que sempre que o termoacumulador enche e aquece a água, há um grande desperdício de água.
    Já liguei para a indaqua onde me disseram que a pressão da água nesta zona não era alta, inclusive era inferior relativamente à vizinhança.
    Já cá veio o técnico (da videira) e mudou a válvula de segurança, mas o problema continua igual. Voltei a ligar para a assistência (videira) e o que me disseram foi que teria que colocar um vaso de expansão.
    A verdade é que fiquei indignado. Primeiro porque aqui no prédio os vizinhos que tem termoacumulador nenhum deles tem vaso de expansão e tem termoacumuladores de marcas inferiores ao meu. (Pelo menos era o que eu achava quando me andei a informar sobre qual comprar). Segundo, se a pressão não é alta, para que colocar o vaso?! Aliás! Nem tenho espaço para o colocar.
    Será que há alguma solução?
    Será que o termoacumulador está com defeito?
    O que acha que devo fazer?

    Cumprimentos e obrigado
    João

    • OLA grato pelo elogio e boas festas de fin de ano.
      Temos de saber que o desperdicio do termoacumulador é de ordem de 3% por ciclo de aquecimento.
      Se a temperatura de serviço do termo acumulador for muito elevada, maior é o desperdicio.
      Eucomeçaria por medir a pressao da instalação se for superior a 3 kilos un redutor é indispensavél. Atençao. Durante a noite a pressao é mais elevada que durante o dia.

      • Obrigado pela brevidade da resposta.
        A temperatura do termoacumulador está na posição “E” (económico). Já coloquei mais baixo (3,5), mas nesta altura do ano a água não é suficientemente quente.
        Vou tentar saber ao certo qual a pressão.
        Cumprimentos e bom ano

  6. Boa Tarde
    Estou com problema num termoacumulador Ariston velis Evo 100l.
    É o seguinte vieram cá instalar o termoacumulador e após estar a aquecer começou a pingar da válvula de segurança, vieram cá e substituíram a válvula de segurança e pensei que resolvia (mas não) continuou com o mesmo desperdício de agua, voltaram cá vir e disseram que tinha muita pressão de agua na canalização (aconselharam a colocar torneira de redução de pressão junto ao contador) pós de colocar o redutor (ficou nos 3 bar) pensei que resolvia a situação (mas não) continua com o mesmo desperdício de água (espero nova visita do técnico) . Agora verifico que no manómetro a pressão de retorno (do lado do termoacumulador) aumenta bastante quando a agua está a aquecer atingindo perto dos 9 bar e aí a válvula de segurança abre … Será que o termoacumulador tem algum problema!? Ando cansado com esta situação toda… Não sei que mais fazer…
    Obrigado

    • Esse desperdício é normal, a única solução é de instalar un vaso de expansão.

      A agua quando aquece dilata-se, o cilindro não é elástico por isso esse acréscimo de volume tem de ir para algum lado senão o cilindro rebenta.

    • Quer dizer que o seu recuperador também faz agua quente.

      Se tal for o caso, a resposta depende da maneira como o recuperador esta ligado.
      Se estiver ligado directamente sem nenhuma condição, mais vale desligar o cilindro da corrente eléctrica.

      Veja so.
      imagine que os dois estão ligados, a circulação do recuperador começa a partir duns 40°C, nesse caso vai ser a agua quente que esta dentro du cilindro que vai dar as calorias (vai ser arrefecida) a agua do recuperador.

      O discurso seria longo, por isso mais vale dizer para desligar o cilindro e fazer essa pergunta ao seu instalador.

  7. Boa tarde,
    Comprei um Ariston velis Evo 100l e vou montá-lo por isso estou a consultar esta página e pelo que me apercebi é preciso ter cuidado porque se não montar a válvula de segurança à entrada de água fria do termoacumulador este poderá transformar-se numa bomba devido à pressão originária do aquecimento da água, estou certo?
    No manual refere pressão de 8 bares, aqui também já falaram em instalar um redutor de pressão para 3.5 bares, aconselha-me a fazer o quê.
    Também já tenho a misturadora para instalar à saida do termoacumulador, será preciso instalar mais alguma coisa para o termo funcionar corretamente?

  8. Boa tarde,
    Comprei um termoacumulador Ariston velis Evo 100l
    Agora vou montá-lo e o vosso site ajudou-me a tirar algumas dúvidas, e até não sabia a importância da válvula de segurança instalada na entrada da água fria do termo, agora percebo que a sua função é para que o deposito não criar muita pressão devido ao aquecimento da água ou seja é um escape estou certo?
    A minha outra dúvida é se devo montar um redutor de pressão porque já aqui ouvi falar em 3.5 bares no manual do termo Ariston velis Evo 100l fala que está preparado para trabalhar a 8 bares?
    Também já tenho uma válvula termostática na saída de água quente?
    Acho que estas 3 peças são as necessárias para o seu bom funcionamento ou será preciso mais alguma?
    Também não sei se será necessário instalar um válvula de anti retorno uma vez que já tenho a válvula de segurança?

    • Holà sr.Cabral.
      Não é necessário mais nada, mais por conseguinte aconselhamos imperativamente a utilização do redutor de pressão mesmo antes do grupo de segurança. Como se pode ver na image mais acima.

      Também lhe devo dizer que não é necessário anti-retorno vis que o grupo já tem essa função integrada.

      • Olá Sr Dani
        Obrigado pelos seus conselhos, precisava de alguém com experiência na área afim de tirar as minhas incertezas uma vez que nunca tinha montado nenhum termoacumador, o site foi muito importante para melhor esclarecimento e compreensão da montagem com as várias intervenções do Sr Dani, vale mesmo a pena perder tempo para quem gosta desta área com um bom profissional só nos enriquece.
        Obrigado Sr Dani pelo seu tempo despendido
        Cumprimentos

        • Sr Dani
          Só tenho mais uma duvida tentei retirar a tampa de baixo para confirmar as ligações eléctricas, retirei dois parafusos mas não consigo retirar a tampa, existe algum segredo?

          • Sim existe, é preciso correr a tampa para um dos lados, mas não conhecendo respectivement o seu modelo não posso ajudar mais.

  9. Tenho um termoacumulador eléctrico e hoje começou a sair água pela tampa em baixo da parte eléctrica…o que fazer? já desliguei o disjuntor e fechei a torneira de entrada de agua fria. por favor ajudar …gostaria de enviar uma foto mas não sei como

  10. Boa tarde.
    Gostava de ter alguma ajuda aqui para o problema duplo que tenho com o meu cilindro, da Mecalia, modelo DPAV/IM, que verte água, ainda que apenas umas pingas por dia, e pára de aquecer sem mais nem menos. Tenho o cilindro há dois anos, durante os quais ele nunca foi objecto de qualquer medida de manutenção, e o dono da casa (sou inquilino) trouxe-o para cá já usado.
    O manual do aparelho é omisso quanto a problemas de funcionamento e na Net não encontro nenhuma referência a estes problemas.
    Qualquer ajuda será muitíssimo apreciada.
    Obrigado!
    José António

    Bom ano de 2019!

    • Ola snhr. Antonio José.
      Bom ano de 2019 igualmente.

      Se o seu termo-acumulador vaza agua sem ser pela válvula de segurança, é sinal que a cuva està furada.

      Se o termo-acumulador tiver cuva em aço inoxidável, pode talvez ser reparada, se for em aço esmaltado ou zinco terá mesmo de ser trocado.
      O facto que o seu termo-acumulador para de funcionar é o seguinte: a fuga de agua investe as partes eléctricas qui impedem o termo-acumulador de funcionar.

      • Boa tarde gostaria que me tirasse uma dúvida
        Tenho um termoacumulador Ariston mod.vls evo100 , A válvula de segurança está constantemente a deitar água será pressão a mais, ja fechei a torneira da água para metade e mesmo assim continua a deitar. O que poderá ser?
        Obrigado

  11. Ola, tenho um termo acumulador de 100l com pouco mais de 2 anos.
    Ultimamente a agua quente sai castanha.
    O que me aconselha a fazer?
    Peço assistência, ou não vale a pena!

    • O anodo existente dentro da cuva esta totalmente desgasto tem de ser desmontado para verificar et cambiar.
      https://youtu.be/9LIMZ6ixK6E

      Segunda possibilidade: A cuva do seu termo-acumulador esta a perder o esmalte, se tal for o caso isso é o fruto da qualidade da sua agua ser muito agressiva.

      O esmalte rompeu-se a agora a agua esta en contacto directo com o ferro da cuva, este que esta a enferrujar.

      Primeiramente verifique o anodo se elle estiver em bon estado verifique o estado da cuva do cilindro.

  12. Boa tarde. Em primeiro lugar, excelente site. Parabéns.
    Agora as minhas duvidas:

    1) posso ter, de forma segura e sem estar propicio a problemas futuros, um termoacumulador sem vaso de expansão? Neste caso o que acontece é que quando àgua aquece, a válvula de segurança é accionada e o excesso de àgua, devido à dilatação por aquecimento, é desperdiçada, indo directa para o esgoto. Se eu tivesse um vaso de expansão, essa água não seria desperdiçada, pois em vez de ir para o esgoto iria para o vaso de expansão (e mais tarde, depois de baixar a pressão iria para o termoacumulador). É correcto o meu raciocinio?

    2) li no site de uma das mais conceituadas marcas (Callefi) que deve-se ter um redutor de pressão à entrada configurado para 3 bar e que a válvula de segurança deve ser configurada para actuar a 3.5 bar (apenas mais meio bar que o valor do redutor de pressão). Isto parece-lhe correcto? Se os termoacumuladores nos manuais dizem que aguentam até 8 bar de pressão, no meu entender a válvula de segurança deveria ser configurada para um valor ligeiramente abaixo disto; por exemplo para actuarem apenas aos 7 bar. Estou errado?

    3) também no site da Caleffi li que para cada 100 litros de termoacumulador deve-se ter 8 litros de vaso de expansão. Parece-lhe uma estimativa correcta?

    4) vale mesmo a pena ter um vaso de expansão? O desperdicio de água será assim tão significativo que justifique adicionar complexidade ao sistema e meter mais um aparelho que requer manutenção periódica, que pode avariar e que ocupa espaço? Não será suficiente termos apenas a válvula de segurança (e também o limitador de pressão à entrada do termoacumulador ou à saída do contador)?

    Obrigado!

  13. Ola shr. Marco, obrigado pela sua participação.

    Para não estar sempre a repetir os mesmos textos, convido-o lêr novamente a página, as respostas que você procura está nos primeiros parágrafos da página.

    Como pode ler, nós recomendamos um vaso de capacidade útil de 3% do volume (já inclui margem de erro ou de sobreaquecimento) se a Calefi préconisa vasos mais importantes, tem que fazer a pergunta a eles.

    Instalação, rentável ou não? Tudo depende de quanto custa a sua agua! Instala e manutentiona você mesmo? Ou tem de chamar alguém para o fazer.
    Nós aqui dizemos as possibilidades existentes, depois pertence a cada um de decidir o que fazer, em conhecimento de causa.

  14. bom dia , tenho um termocumulador fagor cb 150 L esta a verter uns pingos no sito da resistencia, será k ainda tem arranjo ? onde arranjo um igual ou com as mesmas furaçoes para substituir.

    Obrigado pelo esclarecimento, continuaçao e bom trabalho

    • Ola shr. Gaspar.

      Tudo depende da fuga.

      Se a fuga vaza pelo bloco de resistência é possível trocar.
      Se a fuga provém mesmo da cuva do cilindro, mais vale trocar o cilindro completo, tudo depende também da idade do cilindro.
      Para encontrar un cilindro compatível tem de ir ver un fornecedor de acessórios de canalização para ver o que ele aconselha com as mesmas medidas.

  15. obrigado pela sua disponibilidade em responder me, o termoacumulador tem 15 anos, parece me k esta a chegar o momento de fazer uma troca, penso k neste momento nao se encontra aquele mod. no mercado cb 150 L. fagor

    Obrigado

  16. Bom dia,
    Tenho um termo acumulador / cilindro de alta pressão de cobre em casa. Sou o ultimo andar e no meu predio a agua vem por queda do telhado, pelo que tive de instalar um motor à entrada de casa que me dá uma otima pressao!

    A minha dúvida é se posso dessligar o motor à noite, ficando quase sem pressão nas torneiras e, por conseguinte , no cilindro?

    Obrigado

    • Apesar do desconforto que essa queda de pressão vai provocar, não existe contra-indicação a desligar o supressor a noite.
      Em contrapartida risca de encontrar os problemas seguintes.

      • Torneira termostáticas que não funcionem correctamente.
      • Autoclismos que podem ter dificuldade a encher.
      • Débito reduzido na totalidade das torneiras
  17. Bom dia,
    Vou montar pela primeira vez um termoacumulador. É mesmo preciso estar ligado a um disjuntor?
    Posso liga-lo à tomada do fogão elétrico que por sua vez já tem disjuntor ou é necessário um disjuntor próprio?
    Desde já os meus agradecimentos. Muito obrigado

    • Para ligar o seu termo-acumulador respeitando a normas eléctricas tem mesmo que ter uma linha eléctrica dedicada.
      Uma caixa a proximidade do termo-acumulador e fio macio de 2.5mm² entre o seu termo-acumulador e a caixa.

      Depois se for em sua casa faça como quiser, as normas são estas.
      Se for num cliente, respeite as normas para evitar de ter a sua responsabilidade presa a um fio eléctrico.

  18. Boa tarde,
    Decidi trocar o meu esquentador por um termo-acumulador da Junkers de 200 litros. A instalação foi realizada por um profissional certificado mas que agora encontra-se de ferias.
    Tenho duas duvidas:
    1. É normal a válvula de segurança aquecer? ela esta montada correctamente antes da entrada fria do termo-acumulador e a válvula esta a funcionar correctamente, pelo menos quando a abro sai agua.
    2. Cada vez que uso água fria ou água quente o termo-acumulador chia. O que poderá ser? Foi feito tudo conforme indicado no manual, abertura de torneiras para o ar sair no seu enchimento.
    Desde já os meus agradecimentos. Muito obrigado

    • Possivelmente uma pressão muito elevada.
      Acha que tem redutor de pressão na entrada da válvula de segurança.
      Não acho muito normal a válvula aquecer, a que temperatura sai a agua quente? Queima se abrir só a agua quente?

  19. Olá, comprei um cilindro há cerca de 15 dias, c capacidade de 50L. Está montado na cozinha, ao lado do lava-louça. Aí a água quente sai bem, sem problema. Mas na casa de banho, que está a dez metros, sai apenas um fio de água quente. Será problema do cilindro ou foi mal montado? Obrigado!

    • Pense que tem lixo acumulado no tubo que vai a casa de banho.

      Cortar agua et desmontar a torneira da casa de banho, depois abrir a agua para fazer saír todo o lixo acumulado no tubo.

  20. Instalaram-me há 2 dias a misturadora ao contrário, ou seja, a entrada de água fria está ligada onde na misturadora está H (HOT) e a de água quente onde está a letra C (COLD).
    Detectei isto porque só saía água quente quando a torneira que vem associada na misturadora está no mínimo.
    O técnico que instalou vem hoje trocar o posicionamento mas a minha questão agora é: A misturadora não estará agora estragada uma vez que há dois dias que esteve em funcionamento invertida?

    • Não fique a vontade que não vai haver problema algum, pelo menos não tenho conhecimento que a inversão da agua posa estragar o material.
      Ja vi misturadoras termostaticas com alimentação invertida, o único sintoma que encontrei é a falta de agua temperada. Depois de repor as entradas no bon sentido tudo ficou a funcionar bem.

  21. Boa tarde,
    Tenho uma caldeira a pellets com aquecimento central e de águas quentes sanitárias, tenho um redudor de água para 3 kg, tem uma válvula de 7 kg e um vaso de expansão de 18 litros, e perde muita água durante a noite, uns 8 litros, mais ou menos.
    É mesmo assim, ou terá algum problema na instalação.
    Obrigado

    • Qual o volume du seu termo-acumulador acoplado ou integrado a caldeira? E veja se tem a possibilidade de conhecer a temperatura da agua quente sanitária?

  22. Boa noite, qual a temperatura que deve ser programada no termostato que tem no topo de um acumulador de 250L da Domusa (no mesmo tubo por onde sai a água quente, julgo).
    Penso que depois passa pela válvula de segurança com ligação ao vaso de expansão.

    • Ola José Carvalho, feliz 2020.

      A sua pergunta não é bem explicita visto que eu não estou a ver a instalação, e tendo em conta que os cilindros podem ser instalados de varias formas com configurações diferentes e em circonstancias diferentes.

      Mesmo assim eu vou tentar responder do melhor que posso.
      A agua quente acumulada deve ser mantida pelo menos a 50°C e responder a um pico de temperatura semanal de 60°C pelos menos durante um período de 45mn, isto par lutar contra o desenvolvimento de legionella, somente sistemas electrónicos (nomeadamente os sistemas ACI dinâmicos) permitem de responder a essas necessidades.
      Por essa razão, nos cilindros manuais “sem regulador electrónico” é de costume regular a temperatura de armazenamento a +ou- 60°C para exterminar as bactérias naturalmente presentes na agua.

      A temperatura de saída da agua quente, nunca deve ser superior a 50°C, por essa razão utiliza-se uma válvula termostatica na saída da agua quente para limitar a temperatura enviada as torneiras, afin de proteger as pessoas contra as queimaduras.

  23. Boa tarde. Tenho um termoacumulador da marca Delta, que está constantemente a dar uns estalos. Se virar um passador para o outro lado, os estalos param. Queria resolver este problema para que o termoacumulador pare de fazer este barulho, sem ter que mexer em nenhuma válvula. Consegue-me dar uma ideia do que se pode passar para contactar um Picheleiro?

    • Sem ter pelo menos uma imagem vai ser difícil, os estalos são o fruto da pressão.
      Suponho que quando vira o passador para o outro lado permite á pressão de baixar.

      Como digo, sem pelo menos uma imagem não vamos conseguir ajudar.

  24. Olá boa noite, tenho 1 termoacumulador de 100L, a questão é , na casa de banho a agua quente e fria sai bem com boa pressao.. mas na cozinha a agua sai muito pouca.. pode ajudar?

    • Comece por desmontar o bico da torneira e mergulhe-o en vinagre branco durante uma noite.

      No dia seguinte deia-lhe uma escovadela com uma velha escove de dentes, depois monte-o na torneira e admire….

  25. Boa tarde:
    Tenho um termoacumulador Ariston Velis Evo 100L desde dezembro de 2017. Esta madrugada a água saiu com pressão e muito quente durante mais de uma hora inundando a cozinha. Dava a impressão que vinha da parte de cima do termoacumulador. Desliguei a parte electrica e abri a torneirinha da saída da água para ajudar a esvaziar toda a água. O que pode estar na origem do problema? Terá sido o termostato?
    Obrigado.

  26. Boa tarde,
    Tenho um termo-acumulador aqui em casa e recentemente começou a pingar agua quente pela válvula de segurança.
    O que poderá ser?
    Obrigado

    • Ola Rui Pereira.
      A função principal da válvula de segurança é, vazar uma gostas quando o cilindro esta a aquecer, por isso não se preocupe se o seu pinga umas gotas, é esse o role da válvula.
      Preocupe-se somente sa essas gotas forem permanentes mesmo quando o cilindro esta desligado, nesse caso quer dizer que a pressão da agua é demasiado elevada e provocou a deterioração da válvula.
      Coragem neste período de confinamento.

  27. Boa tarde,
    Tenho um Cilindro Ariston Velis 100 e ultimamente está a dar-me algumas dores de cabeça…

    Pelo link abaixo pode ver-se o contador de água a oscilar mesmo com todas as torneiras fechadas:
    https://drive.google.com/open?id=14vPaGPhq8FvGdJYquOKB24YXjwv-kXA0

    Cada vez que isto acontece, o cilindro tem uns estalos, conforme se pode constatar aqui:
    https://drive.google.com/open?id=1QyxtRKp9b1ws8M3FcyhW6J-BRli8Sbx0

    Ao fechar a entrada de água, seja no contador, seja no cilindro, param.

    No meu prédio mudou-se a canalização da coluna central há uns 2/3 meses e desde aí estes estalos pioraram. Durante a noite não emite estalos.
    Já pensei em algumas possibilidades:
    1) Ar na canalização central do prédio?
    Ao fim de tanto tempo já não devia existir.
    2) Ar na minha canalização?
    Também não me parece, dado que já é utilizado há mais de 2/3 anos e sai água certinha, sem ar.
    3) Será que a válvula de segurança de entrada está avariada? É a que vinha de origem no aparelho.

    Não consegui ainda perceber, se tiver alguma ideia acerca do problema, agradeço muito a sua ajuda.

    PS: Excelente os artigos do site.

    Obrigado.

  28. Olá
    Tenho um termoacumulador Vulcano de 100litros e a válvula de segurança começou a pingar muito (6litros por dia ) mesmo a baixa pressão , aos 2bar , quando devia libertar a pressão só aos 8bar, certamente estava avariada. Comprei uma nova igual e essa situação ficou resolvida com esta nova a pingar só quando raramente atinge 8bar. Mas tive que substituir também a torneira de esquadria da água fria porque pingava embora pouco pela torneirinha, mas resolvi meter nova, mas a velha era de 1/2 1/2 e meti uma nova mas de 1/2 3/8,( porque não havia igual com filtro). Agora a água quente esgota-se muito mais rapidamente do que antes , a meio do primeiro banho começa a ficar morna, será que tem a ver com o caudal de entrada? a pressão penso que continua igual. Tenho redutor de pressão que não foi mexido, o regulador da temperatura também está na mesma… é que antes de substituir estas peças estava a funcionar bem.
    Obrigado!!

    • Certamente o seu problema deve ser outro, o facto da torneira de esquadria ser ligeiramente mais pequena, devia somente limitar o caudal e não a quantidade.
      Procure outra fonte de problema.
      Trocou recentemente algum mono-comando la em casa ou tive alguma alteração?

      • Muito obrigado pela resposta. Não alterei nada mas estou desconfiado do monocomando da wc onde acontece essa situação, pois na outra wc não notei que a água quente esgotasse depressa. Acho que vou substituir a torneira por uma nova, talvez ha-ja passagem da agua fria para a quente no monocomando fazendo retorno da água fria para o termoacumulador não sei. Obrigado

  29. Boa tarde,
    Tenho um Termoacumulador Ariston Velis 100 e recentemente começou a dar uns estalos na entrada da água fria que me estão a preocupar um pouco, conforme video:
    https://drive.google.com/open?id=1QyxtRKp9b1ws8M3FcyhW6J-BRli8Sbx0
    Noto que a entrada de água a torneira e até o tubo fica quente se não for usado – com a válvula pensava que não havia retorno e consequentemente, a água não aquecia.

    Noto também um comportamento estranho no contador de água:
    https://drive.google.com/file/d/14vPaGPhq8FvGdJYquOKB24YXjwv-kXA0/view
    Nunca tal tinha visto. Não passa disto, ou seja, não tem saída de água, mas parece que existe um pequeno retorno no contador que depois é reposto – será devido à canalização do prédio?
    Recentemente foi substituida toda a coluna do prédio…

    Já pensei substituir a válvula, mas não sei até que ponto não será um problema mais a montante.

    Se puderem dar uma opinião, agradeço.

    Obrigado.

    • Ola João.
      Aqui mais acima, nesta pagina encontras as válvulas de segurança caracterizadas par termo acumuladores, que inclui o anti-retorno et passador de condenação assim como válvula de esvaziar, é uma válvula destas que tem que ser utilizada, a válvula atualmente instalada não respeita a descontinuidade do esgoto com corte laminar como impõe a lei.
      Proponho que instales também un redutor de pressão antes da entrada da futura válvula…

      O que provoca actualmente o contador ir e voltar: é a ausência de válvula anti-retorno.
      Os estalo são o fruto de pressão demasiado elevada et talvez mesmo a température alta demais.

      Nunca se põe fita autovedante, nem stopa, em acessórios com anilhas, o que é o caso dos flexíveis, quando existem anilhas (juntas) temos de usar essas anilhas porque a estanquidade dos dois accesorios obtém-se de topo-contra-topo com anilha no meio.

  30. Boa noite.
    Muito obrigado pela resposta e disponibilidade.

    Quanto aos estalos, era falta de ar no depósito das bombas de água central do prédio.
    Foi feita a manutenção e está neste momento sem esse comportamento, quer no contador, quer no próprio termoacumulador.

    Quanto ao grupo de segurança, vou proceder com a troca conforme indicado. Já percebi que houve alterações na legislação – esta era a que vinha com o aparelho e que a Ariston recomendava instalar no manual de instalação.
    Não vou instalar o regulador de pressão porque como temos bomba de água para o prédio e moro no último andar, nunca tenho muita pressão – a bomba de água do prédio trabalha entre os 6/8 bar.

    Quanto à fita autovedante, erros de autodidata! nunca tinha reparado nesse pormenor (há muita gente a cometer o mesmo erro, inclusivamente em tutoriais e videos pela internet fora) mas como vou limpar o filtro anticalcário, aproveito para remover.

    Duas questões finais:
    Este termoacumulador supostamente é inteligente, no entanto a função ECO não funciona porque, segundo a marca (já veio cá a casa) utilizamos pouco os banhos e são espaçados entre eles, ou seja, não tomamos todos banho de seguida e a temperatura desce para os 40º o que no verão é suportável, mas no inverno, não.
    Assim, tenho normalmente nos 50º fixos, porque a água fica quente o suficiente e tem uma função inteligente que faz subir aos 60º 1 vez por dia para a legionela.
    A minha questão é que tenho contador bi-horário e como não uso o ECO, quais poderiam ser os inconvenientes em meter um regulador horário para só trabalhar nas horas de vazio (mais barato)? Será que estraga o electrónico estar a ligar/desligar todos os dias?

    Finalmente, quanto à manutenção recomendada das resistências e dos ânodos (recomendada de 2 em 2 anos, vou esticar para 3/4 porque tenho um filtro anticalcário na entrada da água fria) não me parece assim tão complicada que necessite de um técnico da marca, estando a equacionar fazer eu mesmo. Já está fora da garantia e sempre se poupa alguns trocos. Ou acha melhor fazer por um técnico?

    Mais uma vez, muito obrigado por tudo.
    João

    • Ok. Os aparelhos carregados de eletrónica suportam mal os cortes de corrente, pois essa opção não e indicada, como disse o seu aparelho gera ele mesmo a economia ao manter a água a 50 e subir periodicamente para 60.
      No que diz respeito a manutenção. Se você se sente capaz de o fazer não vale a pena recorrer a técnicos de marca ou agregados.

      No que diz respeito aos estalos, sim eles são o fruto da pressão instável, assim como esses vai e vem no contador.
      Eu omiti esse pormenor, pois é évidente que se tem bombas de supressão e se os autoclaves estiverem vazios ou demasiadamente cheios, não vão mais absorver aqueles choques provocados pelo arranque e paragem das bombas, o que quer dizer que aqueles choques vão se estender na integralidade da instalação.
      Visto que os autoclaves foram actualizados, penso que o problema foi resolvido.

      Cumprimentos

  31. Boa tarde. Tenho umas dúvidas das quais gostaria que me pudesse ajudar se for possível. Comprei um termoacumulador Videira de 150l e ainda não o instalei. No esquema de instalação não vem o vaso de expansão como poder ver nesta imagem. https://imgur.com/a/JeJ3d4u. Há a necessidade de o colocar?!
    Na parte elétrica os cabos não vêm com ficha montada estando a fase, o neutro e a terra ainda por montar. Tendo em conta que o termoacumulador é de 3000w uma ficha macho de 16a é suficiente?!
    Em relação ao passador termoestatico este pode ser regulado para passar a água a 40 graus tendo em conta que tenho filhos menores com acesso a algumas torneiras para estes não se queimarem ou não é aconselhado baixar a temperatura da água a esse ponto?!

    Obrigado.

    • Ola Vitor.
      O vaso de expansão não é obrigatório nos termo-acumuladores, o que é obrigatório é o grupo de segurança.
      Sabendo que o termo-acumulador perde até 3% da capacidade dele cada ciclo de aquecimento, é aconselhado instalar un vaso com volume util + ou – de 3% do volume do termo-acumulador.
      No que diz respeito a válvula termostatica, sim é possível regular a saída de agua quente a 40°C apesar de aconselharmos a regular ligeiramente mais quente, entre 45 e 50°C parece-me correto pois as bactérias deixam de se multiplicar a partir de 44°C (de memoria – a verificar em outras fontes).

      O cilindro deve ele estar regulado à dos 60°C, se ele for ACI dinâmico pode regular mesmo a 50°C por ele vai se encarregar de subir a température periodicamente para lutar contra a legionella.
      Esperando ter respondido plenamente ao seu pedido

    • Ola Vitor.
      O vaso de expansão não é obrigatório nos termo-acumuladores, o que é obrigatório é o grupo de segurança.
      Sabendo que o termo-acumulador perde até 3% da capacidade dele cada ciclo de aquecimento, é aconselhado instalar un vaso com volume util + ou – de 3% do volume do termo-acumulador.
      No que diz respeito a válvula termostatica, sim é possível regular a saída de agua quente a 40°C apesar de aconselharmos a regular ligeiramente mais quente, entre 45 e 50°C parece-me correto pois as bactérias deixam de se multiplicar a partir de 44°C (de memoria – a verificar em outras fontes).

      O cilindro deve ele estar regulado à dos 60°C, se ele for ACI dinâmico pode regular mesmo a 50°C por ele vai se encarregar de subir a température periodicamente para lutar contra a legionella.
      Esperando ter respondido plenamente ao seu pedido e vou-me permitir de lhe pedir uma foto ou scan da pagina completa da imagem que forneceu e a autorização de a publicar ali mesmo no fundo da pagina.
      Se aceitar responder ao meu pedido pode então enviar essa imagem para contacto@canalizareaquecer.com
      Obrigado

  32. Esta imagem foi uma foto tirada por mim às instruções que vieram na válvula de segurança. Vou tirar a foto e mandar por email as instruções completas. Pode usar à vontade.

    Ficou apenas a parte elétrica por responder.

    Obrigado.

    • Sr Vitor, péço desculpa, efectivamente esqueci a parte eletrica.

      Uma resistencia de 3 Kw faz mais ou menos 13,5 A, se a sua ficha é compatível com 16 A, penso que ela vai resistir a utilização, mesmo assim nas primeiras vezes fique atento e confirme que ela não aquece.
      Espero ter respondido.
      Abraço

  33. Boa tarde tenho esse cilindro marca htw-tv-80Ess e está sempre a verter água pela válvula de segurança e não sei como resolver o problema e a garantia terminou. Será que me podem dar umas luzes do se passa por favor?? Obrigado

  34. bom dia, prezado
    sou William, gostaria de saber qual o melhor lugar para instalar um termo acumulador num edifício domestico, visto que a minha zona técnica fica no rés-do-chão
    e não quero instalar no 1º piso, entao tem como instalar no rés-do-chão.

    • Ola.
      Sim pode instalar onde desejar somente tem algumas regras a respeitar.
      Nunca instalar um termo-acumulador num local frio, “garagem ou cave” quando não existe aquecimento.
      Ter em conta o comprimento máximo da linha de agua quente, quando mais compridas forem as linhas mais desperdícios vai existir na agua quente, da mesma maneira, quanto mais comprida for a linha de agua quente, mais tempo terá que esperar a agua quente após abertura da torneiras de consumo.

  35. Bom dia, quero desde já agradecer por esta planta forma, pos tem ajudado bastante.
    Pergunta: tenho um termo acumulador de 30 litros, e ja vinha funcionando corretamente, mas agora faz um ruído como um alarme e no display, o valor da temperatura pisca assim como a lad de sinalização.

    • Ola Valdimiro.

      No seu caso, esta mais que provado que seu termo-acumulador apresenta uma avaria, mas com as informações fornecidas não nos é possível diagnosticar esta avaria.
      Que temperatura esta exibida no display? Desde quando constou esta avaria? Quando solicita agua quente na sua torneira, ela sai quente ou fria?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*