Dispositivos de segurança nos termoacumuladores

Por | 21 de julho de 2009
Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

A válvula de segurança para termo-acumuladores é o componente mais importante da instalação, seja qual for a fonte de produção de agua quente: lareiras, electricidade, caldeiras ou solar, este componente é indispensável sobre todo tipo de armazenamento de agua quente.

A sua ausência transforma automaticamente o seu armazenamento de agua quente em autentica bomba que vai explodir sob o efeito da pressão devidamente causada pala dilatação da agua quando aquecida.

Dilatação da agua

Aumento de temperatura Aumento  de volume
10 a 40°C 0,75%
10 a 50°C 1,18%
10 a 60°C 1,68%
10 a 70°C 2,25%
10 a 80°C 2,89%
10 a 90°C 3,58%
10 a 100°C 4,34%
10 a 110°C 5,16%

valvula_de_seguranca_termoacumuladorO coeficiente de aumento de volume da agua entre +10°C e + 80°C é de : 2.25% (70% sendo a temperatura maxima que a agua quente devera atingir).

Pegamos aqui um exemplo de um acumulador de 200 litros alimentado com agua a 10°C e aquecido a 60°C  (sendo 60°C a temperatura normal dos cilindros para lutar contra  a legionella) o aumento de volume seria de 1.68% .

200 x 1.68% = 3.36 Litros de aumento de volume, mas geralmente nós aconselhamos de ter em conta um aumento de volume de 3%, o que neste caso acrescenta um volume de 6 litros em vez de 3.36.

Quando falamos de volume de vaso, fazemos referencia a volume útil e não volume bruto.

Qual válvula de segurança utilizar no termo acumulador

Boa pergunta!

Certos instaladores utilizam uma válvulas de tipo válvulas de aquecimento para proteger as reservas de agua quente acumulada (termo-acumuladores), mas que diz a lei a esse respeito?

A norma europeia  obriga as instalações de agua quente armazenada a ser protegida com válvula de descarga, e a garantir a desconexão entre os esgotos e a agua sanitária baseada em lamina de ar.

Explicação: Obrigatoriamente  deve existir um espaço ao ar livre entre o ponto de saída da agua e o ponto que a recupera para enviar aos esgotos.

Veja aqui nestas imagens, a agua que sai pela válvula de segurança não homologada  pode vir a contaminar a agua armazenada, as bactérias podem vir a atravessar a segurança e remontar contra o sentido da agua até ao armazenamento.

Na imagem seguinte vemos a instalação de uma válvula homologada e devidamente ligada aos esgotos com corte laminar, as bactérias eventualmente contidas no tubo dos esgotos nunca poderiam remontar contra o sentido da agua para atingir o armazenamento.

Sifão de protecção e ligação das válvulas aos esgotos

sifao_grupo_segurancaEste sifão é especialmente fabricado para se encaixar sobre as válvulas de segurança, e deve ser ligado aos esgotos para evacuar a agua que vai sair do seu termo-acumulador quando este aquecer a agua.

A sua ligação se realiza em tubos de PVC Ø 32, ou ainda com outros tipos de tubos pode ser montado com um acessório de roscar de 1 polegada.

O rolo deste componente consiste a eliminar este acréscimo de agua, ele se abre a partir de uma pressão de 7 kilos e deixa a agua sair para os esgotos, por este motivo a pressão de serviço da sua instalação deve ser inferior a 7 kilos senão terá sempre um fio de agua a correr em permanência.

Nunca montar um termo acumulador sem uma protecção como esta ou idêntica sob o risco de ver explodir o seu termo-acumulador.

O vaso de expansão de qualidade alimentar

vaso_expansao_sanitarioesquema_vaso_expansao_sanitarioAssim como um vaso de expansão de aquecimento central, o vaso de expansão sanitário é especialmente concebido para contacto com o agua potável, o vaso absorve a dilatação da agua devidamente ao seu aquecimento.

Utilize este dispositivo junto com a válvula de segurança se o fizer, impede de perder aqueles litros que se perdem quando a agua aquece, Caso não utilize a válvula de segurança, privilegie uma capacidade mais elevada de preferência a uma capacidade mais pequena, nunca esqueça que a agua nos cilindros cresce mais ou menos 3%.

Passadores termostáticos

torneira_termostaticaOs passadores termostáticos são geralmente instalados sobre as saídas de agua quente dos termo-acumuladores, e ai o leitor pode dizer que mais vale descer a temperatura do termo-acumulador que instalar este passador termostático, desta maneira faz duas economias.

Teoricamente seria assim mesmo mas o problema é que a temperatura do seu termo-acumulador deve estar sempre a volta dos 60C° afim de proteger a sua instalação do desenvolvimento de legionella.

montagem de valvula termostatica

Instalando este tipo de dispositivo você economiza bastante agua quente e protege os seus filhos contra os riscos de queimaduras.

Redutores de pressão

Para un funcionamento optimal, os termo-acumuladores sob pressão devem ser alimentados com uma pressão máxima de 3 bars.

redutor_de_pressao_com_manometroOs redutores de pressão protegem as instalações contra a supressões, e mantém a instalação a uma pressão determinada o modelo apresentado incorpora um manómetro afim de visualizar a pressão em serviço.

Aconselhamos fortemente a instalação de tal dispositivo na alimentação do seu termo-acumulador.

Como se justifica a diferença de preço entre dois redutores de pressão? Os redutores de pressão são determinados em consequência da pressão de entrada, mais alta é a pressão de entrada e mais elevado é o custo, mais baixa é a pressão de entrada e mais barato é o redutor.

Sabendo que um redutor com pressão de entrada de 20 bars tem uma duração de vida três vezes mais elevada que um redutor com 10 bars de pressão de entrada.

Precauções de instalação de um redutor de pressão.

esquema_redutor_de_pressao_com_manometroQue o seu redutor seja montado com acessórios desmontáveis ou não, tenha o cuidado de o instalar em posição horizontal e nunca de maquinismo para baixo, como ilustrado na imagem, sugerimos fortemente a instalação de um passador de cada lado do redutor afim de o poder desmontar facilmente.

Este tipo de dispositivos necessita uma intervenção periódica, no caso de utilização com agua de poço não filtrada.

Esquema de montagem de termo-acumulador

Em caso de utilização de um redutor de pressão na entrada de agua não é necessário utilizar um redutor de pressão na entrada de agua fria do termo-acumulador.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

47 comentários em “Dispositivos de segurança nos termoacumuladores

  1. cabral

    essas válvulas de segurança, eu nunca vi isto aqui use-se mais aquelas que se parecem com as do aquecimento.

    Responder
    1. Dani Autor do artigo

      Se rodar aquela peça vermelha para o lado esquerdo, é normal que sai agua.
      O facto que a agua esborde do sifão quer dizer que o caudal de saída é muito importante.

      Feche a entrada de agua no seu acumulador depois abra ligeiramente essa peça até sair a pressão.
      Logo que a agua sair sem pressão rode completamente o botão vermelho até ouvir um Clack.

      Video aqui: https://youtu.be/SosptJWZ4KM

      Faça essa manobra uma vez por mês

      Responder
  2. BALBINA DA SILVA GONÇALVES

    TENHO UM CILINDRO DOMÉSTICO INTERIOR INOX INOXIDAVEL DE 80L DE CAPACIDADE.
    EXISTE POR BAIXO DO CILINDRO UM PEQUENO TUBO BRANCO EM L QUE VERTE AGUA.
    O QUE DEVO FAZER ?

    Responder
    1. Dani Autor do artigo

      Ola
      Lamento, mas apesar de ter a melhor boa vontade do mundo não posso ajudar sem vêr, pelo menos uma imagem é indispensável.

      Responder
    1. Dani Autor do artigo

      Ola Raquel.
      O facto que a pressão de agua quente seja inferior é normal na maior parte das instalações, visto que as válvulas de segurança apresentam uma perca de carga na maioria dos casos.

      Se a diferença for mesmo importante, é que um componente apresenta um defeito e para encontrar o problema é indispensável visitar.

      Responder
  3. José Paulino

    Boa tarde

    Se me permite, gostaria de colocar a seguinte questão:

    – porque é que a válvula de segurança é sempre instalada no lado da entrada de água, e não na saída?

    Cps.
    Paulino

    Responder
    1. Dani Autor do artigo

      Porque a válvula de segurança tem outras funcionalidades,

      • válvula de esvaziar, por isso deve estar ligada na entrada da agua e não na saída.
      • anti-retorno, impede a supressão de vir para trás protegendo assim a instalação antes do cilindro
      • E enfim permite que a agua rejeitada devidamente a supressão na seja agua quente que custa mais cara que a agua fria e que pode também danificar o mecanismo da válvula de segurança.

      Esperando ter respondido a sua interrogação.

      Responder
  4. Esmeraldo Vivas

    Tenho uma válvula redutora de pressão no termo-acumulador com o mecanismo de regulação dos bares virado para baixo. Está bem colocado? Obrigado

    Responder
    1. Dani Autor do artigo

      Oi.
      Bem que geralmente as válvulas redutoras se posicionem com os mecanismos virados para cima “aquando pousados num tubo horizontal”, o facto de orientar o mecanismo noutras posições não impede o redutor de funcionar corretamente.

      Responder
  5. Filipe Graça

    tenho um Fagor de 50l, agora está sempre a disparar e tenho de ir carregar no botão vermelho para voltar a trabalhar. Que poderá ser

    Responder
      1. Jorge Antunes

        Boa Tarde

        Desculpe a minha ignorância:

        Destratar é o quê? É que tenho um termoacumulador e acontece-me regularmente a mesma situação (estar sempre a disparar)

        Agradeço desde já

        Responder
        1. Dani Autor do artigo

          Ola senhor Jorge Antunes, obrigado pela sua participação.

          A ignorancia é toda minha pois não conhêço o termo exato a utilizar.
          Penso que destartrar ou desentartrar será a palavra mais exata, no entanto passo a explicar do que se trata.
          Nos termo-acumuladores do comercio “ou na maioria” existe uma tampa de acesso a cuva do cilindro que permitre de tirar todo o tartaro que se forma no interior do cilindro devidamente ao aquecimento da agua…

          Destartrar ou desentartrar consiste en fazer essa limpeza , que se acumula o volta de resistência impedindo o bon funcionamento dos componentes eletricos assim como a boa dissipação do aquecimento fornecido pela resistência.

          Espero ter ajudado com o meu Português lamentavél…
          Sempre as ordens

          Responder
          1. Jorge Antunes

            Boa Tarde

            Muito obrigado pelo esclarecimento, tenho de contactar alguém para ver o que se passa, é muito chato ter de estar constantemente a “armar” o termostato pelo menos agora no Inverno, já que no Verão não necessito porque o termoacumulador serve-se dos painéis solares

  6. Pedro

    Olá, tenho um deposito de aqs no telhado sem pressão e com torneira misturadora termostatica na saída, preciso de pressão para a agua quente para poder usar o esquentador quando a temperatura da água não é suficiente, só tenho pressão na agua fria.
    Qual a melhor opção para puder ter a termostatica a funcionar bem e pressão para o esquentador?
    Muito agradecido

    Responder
    1. Dani Autor do artigo

      Ola. a unica opção disponivél é fazer as modificações necessarias afin de transformar a agua quante sem pressão em instalação sob pressao.

      Responder
  7. Pedro

    Boas, não consigo por o esquentador a funcionar se puser uma válvula de circulação a saída do deposito?
    Obrigado

    Responder
    1. Dani Autor do artigo

      A unica solução e dar pressao a agua.

      tambem tem a possibilidade de instalar uma valvula anti-retorno na saido du seu acumulador et logo a seguir un surpressor.
      Isso vai ter o effeito de ter une termo-acumulador sem pressao e uma instalação com presão após o cilíndro.

      De todas as maneiras será sempre uma solucão bricolada.

      Responder
  8. João

    Boa noite Dani,

    antes de mais, deixe-me dar-lhe os parabéns por esta página.
    A razão que me leva a escrever é a seguinte:

    Depois de muito pesquisar, optei por comprar um termoacumulador da marca “videira de 120L” (que julguei que fosse a melhor solução).
    O que se passa é que sempre que o termoacumulador enche e aquece a água, há um grande desperdício de água.
    Já liguei para a indaqua onde me disseram que a pressão da água nesta zona não era alta, inclusive era inferior relativamente à vizinhança.
    Já cá veio o técnico (da videira) e mudou a válvula de segurança, mas o problema continua igual. Voltei a ligar para a assistência (videira) e o que me disseram foi que teria que colocar um vaso de expansão.
    A verdade é que fiquei indignado. Primeiro porque aqui no prédio os vizinhos que tem termoacumulador nenhum deles tem vaso de expansão e tem termoacumuladores de marcas inferiores ao meu. (Pelo menos era o que eu achava quando me andei a informar sobre qual comprar). Segundo, se a pressão não é alta, para que colocar o vaso?! Aliás! Nem tenho espaço para o colocar.
    Será que há alguma solução?
    Será que o termoacumulador está com defeito?
    O que acha que devo fazer?

    Cumprimentos e obrigado
    João

    Responder
    1. Dani Autor do artigo

      OLA grato pelo elogio e boas festas de fin de ano.
      Temos de saber que o desperdicio do termoacumulador é de ordem de 3% por ciclo de aquecimento.
      Se a temperatura de serviço do termo acumulador for muito elevada, maior é o desperdicio.
      Eucomeçaria por medir a pressao da instalação se for superior a 3 kilos un redutor é indispensavél. Atençao. Durante a noite a pressao é mais elevada que durante o dia.

      Responder
      1. João

        Obrigado pela brevidade da resposta.
        A temperatura do termoacumulador está na posição “E” (económico). Já coloquei mais baixo (3,5), mas nesta altura do ano a água não é suficientemente quente.
        Vou tentar saber ao certo qual a pressão.
        Cumprimentos e bom ano

        Responder
  9. José Luís

    Boa Tarde
    Estou com problema num termoacumulador Ariston velis Evo 100l.
    É o seguinte vieram cá instalar o termoacumulador e após estar a aquecer começou a pingar da válvula de segurança, vieram cá e substituíram a válvula de segurança e pensei que resolvia (mas não) continuou com o mesmo desperdício de agua, voltaram cá vir e disseram que tinha muita pressão de agua na canalização (aconselharam a colocar torneira de redução de pressão junto ao contador) pós de colocar o redutor (ficou nos 3 bar) pensei que resolvia a situação (mas não) continua com o mesmo desperdício de água (espero nova visita do técnico) . Agora verifico que no manómetro a pressão de retorno (do lado do termoacumulador) aumenta bastante quando a agua está a aquecer atingindo perto dos 9 bar e aí a válvula de segurança abre … Será que o termoacumulador tem algum problema!? Ando cansado com esta situação toda… Não sei que mais fazer…
    Obrigado

    Responder
    1. Dani Autor do artigo

      Esse desperdício é normal, a única solução é de instalar un vaso de expansão.

      A agua quando aquece dilata-se, o cilindro não é elástico por isso esse acréscimo de volume tem de ir para algum lado senão o cilindro rebenta.

      Responder
    1. Dani Autor do artigo

      Quer dizer que o seu recuperador também faz agua quente.

      Se tal for o caso, a resposta depende da maneira como o recuperador esta ligado.
      Se estiver ligado directamente sem nenhuma condição, mais vale desligar o cilindro da corrente eléctrica.

      Veja so.
      imagine que os dois estão ligados, a circulação do recuperador começa a partir duns 40°C, nesse caso vai ser a agua quente que esta dentro du cilindro que vai dar as calorias (vai ser arrefecida) a agua do recuperador.

      O discurso seria longo, por isso mais vale dizer para desligar o cilindro e fazer essa pergunta ao seu instalador.

      Responder
  10. José Cabral

    Boa tarde,
    Comprei um Ariston velis Evo 100l e vou montá-lo por isso estou a consultar esta página e pelo que me apercebi é preciso ter cuidado porque se não montar a válvula de segurança à entrada de água fria do termoacumulador este poderá transformar-se numa bomba devido à pressão originária do aquecimento da água, estou certo?
    No manual refere pressão de 8 bares, aqui também já falaram em instalar um redutor de pressão para 3.5 bares, aconselha-me a fazer o quê.
    Também já tenho a misturadora para instalar à saida do termoacumulador, será preciso instalar mais alguma coisa para o termo funcionar corretamente?

    Responder
  11. Jose Cabral

    Boa tarde,
    Comprei um termoacumulador Ariston velis Evo 100l
    Agora vou montá-lo e o vosso site ajudou-me a tirar algumas dúvidas, e até não sabia a importância da válvula de segurança instalada na entrada da água fria do termo, agora percebo que a sua função é para que o deposito não criar muita pressão devido ao aquecimento da água ou seja é um escape estou certo?
    A minha outra dúvida é se devo montar um redutor de pressão porque já aqui ouvi falar em 3.5 bares no manual do termo Ariston velis Evo 100l fala que está preparado para trabalhar a 8 bares?
    Também já tenho uma válvula termostática na saída de água quente?
    Acho que estas 3 peças são as necessárias para o seu bom funcionamento ou será preciso mais alguma?
    Também não sei se será necessário instalar um válvula de anti retorno uma vez que já tenho a válvula de segurança?

    Responder
    1. Dani Autor do artigo

      Holà sr.Cabral.
      Não é necessário mais nada, mais por conseguinte aconselhamos imperativamente a utilização do redutor de pressão mesmo antes do grupo de segurança. Como se pode ver na image mais acima.

      Também lhe devo dizer que não é necessário anti-retorno vis que o grupo já tem essa função integrada.

      Responder
      1. José Cabral

        Olá Sr Dani
        Obrigado pelos seus conselhos, precisava de alguém com experiência na área afim de tirar as minhas incertezas uma vez que nunca tinha montado nenhum termoacumador, o site foi muito importante para melhor esclarecimento e compreensão da montagem com as várias intervenções do Sr Dani, vale mesmo a pena perder tempo para quem gosta desta área com um bom profissional só nos enriquece.
        Obrigado Sr Dani pelo seu tempo despendido
        Cumprimentos

        Responder
        1. José Cabral

          Sr Dani
          Só tenho mais uma duvida tentei retirar a tampa de baixo para confirmar as ligações eléctricas, retirei dois parafusos mas não consigo retirar a tampa, existe algum segredo?

          Responder
          1. Dani Autor do artigo

            Sim existe, é preciso correr a tampa para um dos lados, mas não conhecendo respectivement o seu modelo não posso ajudar mais.

  12. Zita

    Tenho um termoacumulador eléctrico e hoje começou a sair água pela tampa em baixo da parte eléctrica…o que fazer? já desliguei o disjuntor e fechei a torneira de entrada de agua fria. por favor ajudar …gostaria de enviar uma foto mas não sei como

    Responder
    1. Dani Autor do artigo

      Ola Zita.

      Infelizmente, não tem grandes soluções.

      Tera mesmo que trocar un seu termo-acumulador, pois a cuva rompeu-se e vaza agua.

      Responder
  13. JOSE ANTONIO

    Boa tarde.
    Gostava de ter alguma ajuda aqui para o problema duplo que tenho com o meu cilindro, da Mecalia, modelo DPAV/IM, que verte água, ainda que apenas umas pingas por dia, e pára de aquecer sem mais nem menos. Tenho o cilindro há dois anos, durante os quais ele nunca foi objecto de qualquer medida de manutenção, e o dono da casa (sou inquilino) trouxe-o para cá já usado.
    O manual do aparelho é omisso quanto a problemas de funcionamento e na Net não encontro nenhuma referência a estes problemas.
    Qualquer ajuda será muitíssimo apreciada.
    Obrigado!
    José António

    Bom ano de 2019!

    Responder
    1. Dani Autor do artigo

      Ola snhr. Antonio José.
      Bom ano de 2019 igualmente.

      Se o seu termo-acumulador vaza agua sem ser pela válvula de segurança, é sinal que a cuva està furada.

      Se o termo-acumulador tiver cuva em aço inoxidável, pode talvez ser reparada, se for em aço esmaltado ou zinco terá mesmo de ser trocado.
      O facto que o seu termo-acumulador para de funcionar é o seguinte: a fuga de agua investe as partes eléctricas qui impedem o termo-acumulador de funcionar.

      Responder
  14. Marilia Pascoal

    Ola, tenho um termo acumulador de 100l com pouco mais de 2 anos.
    Ultimamente a agua quente sai castanha.
    O que me aconselha a fazer?
    Peço assistência, ou não vale a pena!

    Responder
    1. Dani Autor do artigo

      O anodo existente dentro da cuva esta totalmente desgasto tem de ser desmontado para verificar et cambiar.

      Segunda possibilidade: A cuva do seu termo-acumulador esta a perder o esmalte, se tal for o caso isso é o fruto da qualidade da sua agua ser muito agressiva.

      O esmalte rompeu-se a agora a agua esta en contacto directo com o ferro da cuva, este que esta a enferrujar.

      Primeiramente verifique o anodo se elle estiver em bon estado verifique o estado da cuva do cilindro.

      Responder
  15. Marco

    Boa tarde. Em primeiro lugar, excelente site. Parabéns.
    Agora as minhas duvidas:

    1) posso ter, de forma segura e sem estar propicio a problemas futuros, um termoacumulador sem vaso de expansão? Neste caso o que acontece é que quando àgua aquece, a válvula de segurança é accionada e o excesso de àgua, devido à dilatação por aquecimento, é desperdiçada, indo directa para o esgoto. Se eu tivesse um vaso de expansão, essa água não seria desperdiçada, pois em vez de ir para o esgoto iria para o vaso de expansão (e mais tarde, depois de baixar a pressão iria para o termoacumulador). É correcto o meu raciocinio?

    2) li no site de uma das mais conceituadas marcas (Callefi) que deve-se ter um redutor de pressão à entrada configurado para 3 bar e que a válvula de segurança deve ser configurada para actuar a 3.5 bar (apenas mais meio bar que o valor do redutor de pressão). Isto parece-lhe correcto? Se os termoacumuladores nos manuais dizem que aguentam até 8 bar de pressão, no meu entender a válvula de segurança deveria ser configurada para um valor ligeiramente abaixo disto; por exemplo para actuarem apenas aos 7 bar. Estou errado?

    3) também no site da Caleffi li que para cada 100 litros de termoacumulador deve-se ter 8 litros de vaso de expansão. Parece-lhe uma estimativa correcta?

    4) vale mesmo a pena ter um vaso de expansão? O desperdicio de água será assim tão significativo que justifique adicionar complexidade ao sistema e meter mais um aparelho que requer manutenção periódica, que pode avariar e que ocupa espaço? Não será suficiente termos apenas a válvula de segurança (e também o limitador de pressão à entrada do termoacumulador ou à saída do contador)?

    Obrigado!

    Responder
  16. Dani Autor do artigo

    Ola shr. Marco, obrigado pela sua participação.

    Para não estar sempre a repetir os mesmos textos, convido-o lêr novamente a página, as respostas que você procura estão nos primeiros parágrafos da página.

    Como pode ler nós recomendamos um vaso de capacidade útil de 3% du volume (já inclui margem de erro ou de sobreaquecimento) se a Calefi préconisa vasos mais importantes, tem que fazer a pergunta a eles.

    Instalação, rentável ou não? Tudo depende de quanto custa a sua agua! Instala e manutentiona você mesmo? Ou tem de chamar alguém para o fazer.
    Nós aqui dizemos as possibilidades existentes, depois pertence a cada um de decidir o que fazer, em conhecimento de causa.

    Responder
  17. jorge gaspar

    bom dia , tenho um termocumulador fagor cb 150 L esta a verter uns pingos no sito da resistencia, será k ainda tem arranjo ? onde arranjo um igual ou com as mesmas furaçoes para substituir.

    Obrigado pelo esclarecimento, continuaçao e bom trabalho

    Responder
    1. Dani Autor do artigo

      Ola shr. Gaspar.

      Tudo depende da fuga.

      Se a fuga vaza pelo bloco de resistência é possível trocar.
      Se a fuga provém mesmo da cuva do cilindro, mais vale trocar o cilindro completo, tudo depende também da idade do cilindro.
      Para encontrar un cilindro compatível tem de ir ver un fornecedor de acessórios de canalização para ver o que ele aconselha com as mesmas medidas.

      Responder
  18. jorge gaspar

    obrigado pela sua disponibilidade em responder me, o termoacumulador tem 15 anos, parece me k esta a chegar o momento de fazer uma troca, penso k neste momento nao se encontra aquele mod. no mercado cb 150 L. fagor

    Obrigado

    Responder
  19. Pedro

    Bom dia,
    Tenho um termo acumulador / cilindro de alta pressão de cobre em casa. Sou o ultimo andar e no meu predio a agua vem por queda do telhado, pelo que tive de instalar um motor à entrada de casa que me dá uma otima pressao!

    A minha dúvida é se posso dessligar o motor à noite, ficando quase sem pressão nas torneiras e, por conseguinte , no cilindro?

    Obrigado

    Responder
    1. Dani Autor do artigo

      Apesar do desconforto que essa queda de pressão vai provocar, não existe contra-indicação a desligar o supressor a noite.
      Em contrapartida risca de encontrar os problemas seguintes.

      • Torneira termostáticas que não funcionem correctamente.
      • Autoclismos que podem ter dificuldade a encher.
      • Débito reduzido na totalidade das torneiras
      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Virificação anti-spam *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.